Categorias: Nhaaam

Era pra ser um fricassê

informação inútil 1:
Eu queria fazer um fricassê de frango, mas eu não tinha todos os ingredientes corretos. O que eu fiz? Improvisei tudo, fiz uma mistureba com as coisas que tinham aqui em casa, rezei 3 ave-marias e tirei do forno um fricassê-wannabe maravilhoso. hahah

informação inútil 2:
Eu sempre achei que minha comida preferida era strogonoff. Ledo engano, agora que descobri sua digievolução, fricassê para todo o sempre!

receita-fricasse-frango-1
receita-fricasse-frango-2

Juro que ficou delicioso, haha. Não é exatamente a mesma coisa que um fricassê, mas digamos que é seu primo, meio irmão. Se você tiver aí, pode usar o requeijão no lugar do creme de ricota e molho vermelho no lugar do ketchup. (aliás, quem nunca usou ketchup no lugar de molho de tomate né?! hahah) Se você tiver batata palha, é combinação perfeita, mas eu não tinha, fazer o que. Já percebeu né amiga, então deixa eu te apresentar, bem vinda à minha vida desfalcada.

Acomode 2 peitos de frango cozidos, desfiados e temperadinhos no fundo de uma travessa (usei uma com aproximadamente 20x10cm). Numa outra tigela, misture 1 caixinha de creme de leite, 2 colheres de sopa de creme de ricota light, 3 colheres de sopa de ketchup picante, 1 lata de milho e ervilha, um punhado de azeitonas sem caroço (coloque a gosto). Prove e acerte o sal, se necessário. Despeje o creme em cima do frango. Adicione fatias de mussarela picada (não tinha aqui em casa, mas tenho certeza que ficará ótimo!), salpique queijo parmesão ralado e salsinha. Leve ao forno preaquecido a 180°C por uns 15-20 minutos (até a mussarela derreter). Serve 2 a 3 pessoas. :9

receita-fricasse-frango-3
receita-fricasse-frango-4

Se você fizer, mostra pra mim usando a hashtag #PequeninaVanilla lá no Instagram, tá? ;)

Veja mais receitas deliciosas e fotogênicas que já passaram aqui no Pequenina Vanilla! :)

Categorias: Sweet Decor

Casa que tem (ainda mais) bonitezas

Cada vez que chega um pacote da Casaquetem, eu preciso sentar, respirar fundo e me preparar para tanta boniteza. Sério. Se não bastassem todas aquelas maravilhosidades, agora recebi mais 3 produtos que olha, deu vontade de fazer igualzinho a Agnes do Meu Malvado Favorito, sabe? Meu deus, meu deus, meu deus.

Pra felicidade da minha avó, minha mala-de-coisas-para-minha-futura-casinha-um-dia-quem-sabe está ainda mais gordinha-inha-inha. Vem ver!

casaquetem-6

no. 01 // bandeira floresta
mais uma peça da Pomelo pra minha coleção porque eu gosto de tudo, tudo tudo que vem desse atelier. faz tempo que estou atrás de uma bandeira de tecido cru, você sabe, e fi-nal-men-te tenho uma pra chamar de minha. ela é grandona, é linda, tem as bordas costuradas que dão um acabamento mais limpo e a cordinha é em camurça marrom, que eu achei que super combinou com a estética da peça. já tenho uma ideia de lugar pra pendurar aqui, aguarde os próximos capítulos. :)

no. 02 // cestinha organizadora
estou pensando em usar essa cesta para acomodar algumas plantinhas, acho que ficaria lindo se eu conseguisse pendurar no teto (mas minha casa atual não permite uma ousadia dessas). também acho que seria ótimo para organizar os pacotes de mantimentos (macarrão, farinha, aveia, granola…) que eu deixo tudo jogado em cima do balcão da cozinha por motivos de: se eu “esconder” dentro do armário, eu esqueço de usar. haha não sei, o que você acha?

no. 03 // coelho com nariz dourado
vou te falar que a foto do produto lá na loja não representa nem metade da beleza que é essa peça. ela é muito bonita, tem um acabamento bacana, é uma peça “robusta” (que não parece uma coisa “fajuta”, sabe?), sem falar, o nariz de coração dourado que é uma gracinha. quando mostrei esses produtinhos lá no snapchat, esse coelho gerou muitas mensagens e burburinhos, todo mundo falando que achou lindo, que queria, que estava apaixonada. e não é pra menos, a bicha é linda!

As meninas da Casaquetem me convidaram para conhecer a loja física em São Paulo, que fica na Vila Madalena. Como estou um ~tiquinho longe~, deixo o convite pra você, que mora na cidade, ir lá conferir de pertinho todos os produtos lindos e criativos da loja. Pelo que entendi, a loja é anexa à uma padaria orgânica, chamada Pão. Muitos dos produtos que estão na loja online, tem lá na loja física, inclusive essas três lindezas que mostrei aqui em cima. É uma boa oportunidade para comprar algo, sem precisar esperar o tempo de entrega, sem pagar o frete e ainda poder “pegar” na peça e sentir a qualidade, tamanho, textura, acabamento. ;)

A loja fica no endereço: Rua Mourato Coelho, 1039 – Vila Madalena – São Paulo/SP. O atendimento é de segunda a sexta das 9h às 18h e finais de semana (sábado e domingo) das 10h às 14h.

Aproveita que na loja online tem desconto! Use o cupom “vanilla10” para ganhar 10% de desconto na sua compra na loja Casaquetem! O cupom é válido até o dia 31/12/2016! :)

Se você for na loja física, diga que viu o post aqui no Pequenina Vanilla, que tem descontinho pra você também! :)

casaquetem-lojafisica-1
casaquetem-lojafisica-2
casaquetem-lojafisica-3
casaquetem-lojafisica-4
casaquetem-lojafisica-5

fotos da loja física: divulgação
fotos da loja física: divulgação

publipost

Categorias: Inspiração temática Lovely Links

Monomania: sereias

Tomei a liberdade de me apropriar do nome do álbum da Clarice Falcão para renomear a categoria que eu costumava chamar de “Inspiração Temática” já que não conseguia pensar em outro nome melhor. Monomania é o álbum que eu mais gosto da Clarice e, no ano passado, fiz o favor de decorar todas as músicas, aos gritos e desafinações, para a alegria dos meus vizinhos ~senão não seria eu.

Sereia é um ser mitológico, parte mulher e parte peixe. Filhas do rio Achelous e da musa Terpsícore, habitavam os rochedos entre a ilha de Capri e a costa da Itália. Eram tão lindas e cantavam com tanta doçura que atraíam os tripulantes dos navios que passavam por ali.

bg via shutterstock
bg via shutterstock

número 1.
meu deus do céu, não consigo parar de olhar as fotos da coleção Ice Queen, da Dixi. aliás, estou apaixonada por todas as coisinhas dessa loja, socorro. ainda bem que eles não enviam para o Brasil.

número 2.
quero: sim ou com certeza ou alguém compra pra mim, fazendo o favor.

número 3.
regrinhas pra vida: “play with fairies, ride a unicorn, swim with mermaids, fly to the moon”

número 4.
um sonho sereístico: banheiro revestido com scalloped tiles em tons de verde/azul e uma banheira da ryqueza, meio vintage, meio princesa.

número 5.
achei muito pertinente uma sereia usar uma bolsinha mint em formato de concha.

número 6.
coroas de flores é coisa do passado, a moda agora é virar rainha do mar.

follow-me-pinterest

Categorias: Cotidiano Pessoalidades

Cotidiano: julho 2016

Pequenas doses do meu cotidiano, as 6 melhores fotos do mês, com o que teve de mais bonito, mais legal e mais amor. Faz o favorzinho de me adicionar lá no Instagram (@adriellysato) para acompanhar todas as fotos! :)

marble via shutterstock
marble via shutterstock

um.
olhando pra essa foto eu percebo o quanto mudei, de um ano pra cá. mudei do lado de fora, mudei do lado de dentro, mudei a forma de me vestir, rabisquei os braços, retomei meus planos, abri meu sorriso. a única coisa que não mudou foi a mão, que já viu o meu melhor e meu pior, e ainda assim continua segurando a minha mão, since 2004.

dois.
chocadíssima que foi somente neste último final de semana que descobri que existia uma casa de lamen aqui em Curitiba. pra você entender o por quê da minha alegria, vou ter que contar de novo a historinha… quando eu era jovenzinha, lá pelos meus 10, 12 anos, com toda minha rebeldia da pré-adolescência, eu desdenhava a comida japonesa que minha avó fazia. nunca que eu iria imaginar que eu com 28 anos teria tanta saudade dessa comidinha. hoje em dia, minha avó não passa nem perto da cozinha e mal se lembra dos ingredientes das receitas. então a única coisa que me resta é ficar procurando um pedacinho dessa memória em restaurantes alheios, em tigelas (quase uma bacia) de sopinha com macarrão.

três.
seguimos mais um mês com as aulinhas de adestramento. esse é o terceiro adestrador que contratei em 5 anos (de vida do Paçoca) e o primeiro que, finalmente, está se mostrando eficiente. can I get an amem?

quatro.
sabe, às vezes, eu tenho a impressão de que gosto muito mais do ritual de tomar café do que do sabor em si. eu amo o cheiro de café passando, eu amo o cheiro de cafeterias, eu amo o barulhinho de xícaras batendo no pires, das conversinhas, de admirar a decoração bonita, de me sentir abraçada enquanto tomo meu café ouvindo uma música agradável. e eu acho que, pela primeira vez, eu tomei um café realmente delicioso, um café que eu tive certeza que não era somente pelo ritual. a quem interessar, esse fato incrível aconteceu no Bocca Lupo.

cinco.
quando uma amiga sofre o fim de um amor, a gente tenta amenizar um pouquinho da sua dor com sangria de frutas, pinhão com manteiga e fondue de doce de leite. tudo delicinha lá do Officina Restô Bar, um lugarzinho bonito e aconchegante para ajudar a reconstruir um coração partido.

seis.
na parede está escrito o seguinte e eu achei lindo, lindo, lindo:
“you are not your age / Nor the size of the clothes you wear / You are not a weight / Or the color of your hair / You are not your name / Or the dimples in your cheeks / You are all the books you read / And all the words you speak / You are your croaky morning voice / And the smiles you try to hide / You are the sweetness in your laughter / And every tear you’ve cried / You’re the songs you sing so loudly when you know you’re all alone / You’re the places you’ve been too / And the one that you call home / You’re the things that you believe in / And the people that you love / You’re the photos in your bedroom / And the future you dream of / You’re made of so much beauty / But it seems you forgot / When you decided that you were defined / By all the things you’re not.” (se você souber a autoria desse poema, me diz aqui nos comentários, tá?) a Karupin me avisou que o poema é da australiana Erin Hansen, que também assina simplesmente como “E. H.”, dá para ver mais textos dela aqui.

follow-me-instagram

Categorias: # Links de domingo Lovely Links

5 Links para ver nesse domingo #10

Nos domingos (alguns, mais precisamente!), eu compartilho 5 links bacanas que merecem ser espalhados por aí! Vem cá dar uma voltinha comigo nesta blogosfera maravilhosa! :)

gatinho via shutterstock
gatinho via shutterstock

Link 1.
O post mais lindo e reconfortante da semana é da Hello Lolla, leia por favor!
“Abra todas as janelas e deixe a luz entrar. Mesmo que o dia esteja nublado. Reflita que qualquer luz, por mais fraca que seja, é melhor do que a completa escuridão.
Do what you can. Whatever you’re able.
You are doing your best. And your best is enough.”

Link 2.
Quando ser saudável não é saudável
“Almoçar arroz integral, uma carne magra grelhada (ou uma substituição se você for vegetariano), salada e um copo d’água é uma opção saudável. Comer bolo floresta negra e brigadeiro em uma festa de aniversário TAMBÉM é saudável. O brigadeiro não é FUNCIONAL nem utilitário. No entanto, é afetivamente, mentalmente, socialmente e culturalmente saudável que as duas realidades se permeiem. A gente come de tudo um pouco. É normal.”

Link 3.
Emily Henderson é rainha quando se trata em transformar uma casa comum em uma casa de Pinterest. Vivo navegando pela categoria “makeover” do blog dela para tentar absorver um tiquinho desse talento aí.

Link 4.
Tenho uma super preguiça de tentar fazer leite vegetal em casa, sabe, mas esse passo a passo de leite de aveia me deixou um pouco mais confiante. Vou tentar, oremos!

Link 5.
“Não me dê um anel. Me dê amor, que eu te dou amor. Isso é só o que temos. E é tudo o que precisamos.”