Categorias: Li, assisti & joguei

Journey: 5 motivos para jogar (e morrer de amores)

journey-1

Deixa eu contar pra você que, neste último sábado, resolvi me enveredar novamente pelo mundo dos games. Depois de convencer meu “player 2” a comprar um jogo lá na PS Store, lá fui eu toda faceira e com um sorrisão na cara começar mais um jogo super incrível: Journey. Para quem nunca ouviu falar, Journey é um jogo indie exclusivo para PS3, criado pela thatgamecompany que foi um tremendo sucesso pela originalidade e estética inovadora.


(assista o trailer)

Posso falar? Que jogo maravilhoso!

Só para você ter uma ideia, depois que acabamos o jogo, fiquei meio desnorteada e comecei o jogo novamente! hahah E o mais incrível é que a segunda experiência foi completamente diferente da primeira e tão boa quanto! A segunda vez foi tão legal, que finalizamos o jogo mais uma vez! Isso mesmo, jogamos 2 vezes seguidas o mesmo jogo, no mesmo dia. Quer argumento melhor do que esse para você ir lá jogar também? hahaha

Mas ok, caso ainda não tenha se convencido, eu explico mais um pouquinho! Vem cá!

01. Minimalismo
Journey possui uma estética minimalista que não exige diálogos, explicações sobre a história, sobre “quem é você” (ou por que estamos nessa jornada), não possui menu de opções, nem instruções sobre como jogar. Journey não precisa de nada disso para encantar e envolver. A gente simplesmente “vive” e sente o momento, aprecia os cenários e segue em frente. E isso foi uma das coisas que mais me fascinaram nesse jogo.

journey-2

02. Beleza em todos os aspectos
Outra coisa muito bonita de Journey é o fato dos movimentos e “sons” (que o personagem emite) se misturarem com os cenários de uma forma muito suave e poética. Quando o personagem pula, voa (ou emite o som para poder voar) temos a sensação de que estamos dançando ou flutuando. É uma sensação muito boa de leveza. Além disso, tem um cenário dentro do jogo que vale pelo jogo inteiro! É uma parte em que vemos um pôr do Sol maravilhoso, sério gente! Fiquei emocionada quando vi pela primeira vez, é lindo, espetacular, de tirar o fôlego. E se você já gostou dessa imagem aqui embaixo, se prepare para ver em “movimento”, é demais!

journey-3

03. Solidão e paz
A solidão nesse jogo é evidente: cenários muito amplos, sem nenhum outro personagem ou ser vivo (nem mesmo uma plantinha), faz com que a gente se sinta sozinho e “pequeno” nessa jornada. Mas confesso que em alguns momentos, até gostei dessa quietude toda! A sensação de paz pode ser muito reconfortante. Aliás, de vez em quando, é ótimo poder dar um tempo nessa loucura de informações, sons e gráficos dos jogos atuais.

04. Amizade, companheirismo e gratidão
Em contraposição ao item anterior, um dos pontos mais incríveis desse jogo é quando você encontra um “amigo”, uma outra pessoa (de qualquer lugar do mundo) que esteja jogando também, naquele momento, para seguir a jornada com você. A escolha desse “amigo” é aleatória e a gente não tem controle sobre isso, mas a partir do momento que você encontra alguém, você poderá seguir até o final do jogo com ele (desde que não se afastem muito).

Como não é possível conversar (por chat ou seja lá como for) com essa pessoa, a comunicação se baseia dentro das limitações corporais e sonoras do próprio jogo. É incrível você perceber, mesmo com tantas limitações na comunicação, que a pessoa está te ajudando ou te chamando para ir num lugar “escondido” para te mostrar alguma coisa bacana. Nesse momento, a gente tem aquela sensação mais pura de bondade, amizade e parceria e você se sente muito grato por isso.

journey-4

05. Journey não é um jogo, é uma experiência
É um jogo curto (em torno de 3h), mas foram as minhas 3 horas mais bem aproveitadas dos últimos tempos. As emoções e sensações que Journey proporciona são de encher o coração e o espírito. Vá de mente aberta e aproveite a experiência que esse jogo tem a oferecer!

Essa foto abaixo, apesar de estar péssima, é só para mostrar o coração que nosso “amigo” (ou “amiga”) desenhou na neve, no final da nossa jornada! É muito amor ou não é?! ♥

journey-5

Provavelmente, o meu texto não conseguiu transmitir nem 30% do quanto esse jogo é bonito e emocionante. Eu mesma quando comecei a jogar, apesar de saber que o jogo era bom (pelo que eu tinha lido por aí), me surpreendi MUITO! Acho que não existem palavras e adjetivos para descrevê-lo. Tem que conferir com os próprios olhos para entender! :)

Para quem tiver interesse e quiser ler uma resenha mais completa, sugiro a do Kotaku. :)
O jogo está à venda somente na PS Store e eu paguei uns R$30, se não me engano!

Quem já jogou ou vai jogar? Vamos conversar ali nos comentários! Quero saber o que você achou de tudo!

30 comentários

Let's talk!

  1. Nossa que demais! Adorei o trailer, e achei demais o lance do minimalismo. Vou até indicar pro meu namorado assistir. hahahaha.

    Beijos.

    1. O jogo é demais, é lindo mesmo, diferente de tudo que estamos acostumados! Fale pro seu namorado e joguem juntos! <3
      Beijo!!

  2. Deu até vontade de ter videogame, que imagens lindas! Gosto dessa maneira minimalista de ver o mundo e acho muito legal ter esse tipo de opção pra quem é gamer e não gosta dos jogos cheio de gráficos mirabolantes, hehe

    1. Hahaha eu também fico com vontade de comprar um ps3 toda vez que conheço jogos desse tipo (hoje eu uso o ps3 do namorado, mas né…. nada como ter autonomia para jogar o que eu quiser! hahah).
      amo esse tipo de jogo que tem essa pegada artística, que foge do senso comum e comercial que temos de sobra no mercado! :)
      adorei seu comentário! beijo!

  3. Lindas imagens. Só não tenho PS para testar, mas com certeza foi um achado.

    1. Oi Patricia! :) O jogo é lindo mesmo, se tiver oportunidade de jogar algum dia, tenho certeza que ficará encantada!
      Beijo!

  4. Tati Anzai comentou:

    Oi Adri! Adorei sua indicação… Quero jogar já!

    Esse final de semana joguei Flower, e olha, é lindo… É minimalista também, e os sons o jogo me deixaram emocionada… Sério, deu uma paz de espírito…
    Vamos lá viciar em outro jogo

    1. Flower é da mesma empresa que criou Journey, né? Deve ser maravilhoso! Mas antes precisarei convencer meu namorado a comprar e a jogar comigo! hahaha
      Depois me conta o que achou de Journey! Beijo!

  5. Olha só, que legal que você jogou o jogo que recomendei lá no post de Child of Light. De fato o jogo é maravilhoso, mas você errou quando disse que não tinha nenhum ser vivo (e aqueles ‘monstros’ da fase da neve?). E pra mim o melhor cenário é o do final, na escalada, principalmente porque você sai daquele aperto do coração de “MEU DEUS EU MORRI”. HAHAHAHA

    Beijos.

    1. hahaha verdade!! mas pra mim, aquele “monstrão” está mais para um robô né? hahaha
      achei linda aquela coisa do som ir diminuindo até ficar “mudo”, dá uma sensação de paz, mas ao mesmo tempo significa que estamos morrendo :O loucura!!
      beijo!!

  6. Sou apaixonada por gráficos de jogos, principalmente esses de fantasia e os de terror. Seu post me chamou atenção logo pela imagem do jogo, e parece ser magnífico. Acho que farei o mesmo que você, chamar meu player 2 e fazê-lo jogar comigo. hahaha

    1. Ah, joguem juntos sim!! :DDD Adoro fazer isso com meu namorado, já jogamos vários RPGs juntos (tipo Zelda, Dragon Quest, Ni no kuni, etc) e acho que isso faz com que o relacionamento ganhe ainda mais força e cumplicidade. :)
      Se jogar, quero saber o que achou! Beijo!

  7. Já tinha lido um pouco sobre esse jogo, mas sua resenha foi tão profunda que deu vontade de parar tudo que estou fazendo e ir jogar. :)

    1. Fico super feliz que o texto tenha conseguido passar um pouco do quão incrível e maravilhoso esse jogo é! :) Depois me conta o que achou tá?
      Beijo!

  8. Beatriz comentou:

    Esse jogo e lindo, muito lindo mas, quando eu joguei, achei um “atalho” e fui direto pro final, não consegui aproveitar toda beleza dele :/

    1. Ué! Como assim??? HAhahaha
      Alguém já tinha jogado antes de você? Pode ser que daí, o fato dessa pessoa ter finalizado o jogo, tenha aberto os atalhos para ir direto para uma fase específica. :O
      Mas, se puder, dê mais uma chance para esse jogo pois vale muito a pena!
      Beijo

  9. Chell comentou:

    Tava tão baratinho na Saraivaaaaa… acho que vou comprar =D

    1. Nem sabia que dava pra comprar na Saraiva! hahaha Pensei que só tivesse versão digital desse jogo!
      Se está baratinho, se jogaaa então!! E depois me fala o que achou de Journey! :)

  10. Fiquei é apaixonado por esse jogo desde que ele lançou, pena que eu não tenho o console pra jogar :(

    1. Poxa! :( Eu também não tenho o console, fico dependendo da boa vontade do namorado para conhecer esses jogos “alternativos”. hahah
      Mas se, algum dia, você tiver a oportunidade de jogar, nem pense duas vezes! :DD

  11. Bijou comentou:

    Parece interessante. Só não jogo pq to com uma filha recem nascida e nao rola mais tempo pra games, a não ser, no máximo, esses bobinhos (e q a gente nao precisa se comprometer muito) para celular.

    1. Imagino que depois que temos filho(a) (ainda mais recém nascido) a disponibilidade de tempo se torne bem menor mesmo! Mas quem sabe mais pra frente você consiga voltar a jogar! :) E o provável é que cada vez mais, daqui pra frente, os jogos alternativos e inovadores ganhem espaço!
      Beijo!!

  12. Nana comentou:

    Parece ser muito legal mesmo. Mas, ultimamente, o mais próximo que chego aos games é com o Candy Crush kkkk
    Bj e fk c Deus.
    Nana

    1. Hahaha poxa, nem dá pra comparar Journey com Candy Crush, né! Joguei (candy crush) um pouquinho uma época, viciei também, mas logo deixei pra lá! É muita obsessão pra um jogo só! hahah
      Beijo!!

  13. Só estou aqui pra dizer que esse jogo é maravilhoso!!!!
    Você já jogou um que chama Flower? é no mesmo estilo, muyy amorrr

    1. Já ouvi falar, Tais! Vou procurar saber mais sobre ele e quem sabe, jogá-lo né?! hahaha Obrigada pela recomendação! Beijo!

  14. Cecilia comentou:

    Já tinha lido algumas resenhas sobre esse jogo e estava curiosa. Ao contrário de você sou apaixonada por games e evito jogar para não ficar viciada. Vou testar e depois te falo.

    1. Ih, eu também vicio rapidinho!! Sempre tenho que me controlar! hahah Acho que só não jogo mais, porque a maioria dos jogos são muito complexos e difíceis pra minha capacidade motora, (sempre preciso da ajuda do namorado hahah) mas estou evoluindo! hahaha
      Se jogar, me conta o que achou! :) Journey é jogo bem diferente, mas a experiência é sensacional!
      Beijo!

  15. Adri, que post belo! Adorei a forma linda e leve como tu descreveu ele! Tenho certeza que deixou muita gente com vontade de ter essa experiência também…
    Há um tempinho atrás fizemos um ensaio inspirado em Journey pro meu blog, talvez tu goste: http://www.vogeek.com.br/2014/06/11/editorial-vogeek-store-jornada-etnica

    Acho teu blog “maravilindo” e estou sempre por aqui, mesmo que não comentando (shame on me!)… Seguido teus wallpapers estão embelezando meu desktop. ♥
    Um beijo

    1. Oi Natália! Ficou bem legal o ensaio, adorei as cores e estampas das peças, ficaram bem no “clima” de Journey, mesmo!! <3
      Obrigada pela mensagem!! Apareça sempre por aqui, vou adorar!! :)
      Beijo