Categorias: Li, assisti & joguei

Child of Light: uma jornada de luz, poesia e encantamento

Uma das coisas mais bacanas em estar num relacionamento é ser apresentada à interesses que você desconhecia ou nem ligava muito, conhecer outros universos. E se tem um interesse que foi despertado em mim depois que comecei a namorar, foi o interesse por video game. Antes disso, o máximo que eu havia jogado era o Atari da minha irmã, lá pelos meus 5 ou 6 anos (até citei ele nesse post sobre brinquedos da minha infância). Ou seja, eu estava assim só um ~pouquinho~ desatualizada né? hahah

Mesmo tendo gostado muito desse universo, foi só agora, depois de anos de namoro, que ~euzinha aqui~, por livre e espontânea vontade, me interessei por um jogo. Eu mesma fui pesquisar, assisti os trailers, li resenhas e decidi que eu PRECISAVA jogar esse tal de Child of Light para ser feliz. E eu não poderia ter sido mais feliz na escolha!

child-of-light-1

Quer saber o por quê?

01. É um jogo MUITO bonito com uma história encantadora
Bonito em vários aspectos. Os gráficos são lindos e transbordam delicadeza, lembram uma pintura em aquarela, quase uma obra de arte ambulante. Os diálogos e narrativa da história formam rimas e poesia que facilitam a imersão no mundo fantasioso do jogo, me senti lendo um livro infantil antigo. Além de tudo isso, a menininha é ruiva, tem sardinhas nas bochechas e anda descalça, tem coisa mais amor que isso? :)

A história é sobre Aurora, uma garotinha, que é dada como morta e acorda num outro mundo, chamado Lemuria. Aurora demora para entender sua importância e em vários momentos pensa que está sonhando e quer apenas “voltar para casa” ou “encontrar seu pai”. Durante sua jornada, ela precisa recuperar o Sol, a Lua e as estrelas que foram capturados pela Rainha Umbra, para assim poder retornar para sua família. Sua ingenuidade e inocência, típica de criança, aliada com a trilha sonora belíssima e a sutileza dos detalhes tornam o jogo muito encantador!

child-of-light-5
child-of-light-3

02. Um mix de RPG com conto de fadas
Apesar de ser um RPG (aquele estilo de jogo de estratégia e batalhas), não achei ele muito cansativo ou monótono. O jogo é muito mais sobre explorar os lugares, encontrar passagens escondidas e tesouros, do que ficar horas infinitas ganhando pontos de experiência nas batalhas. Você também não precisa enfrentar um milhão de monstros para conseguir aumentar o nível de experiência dos personagens, o que eu também achei ótimo já que, dessa forma, o jogo evolui bem mais rápido. Antes de você enjoar de um cenário, você já está em outro.

Logo no início do jogo, Aurora ganha uma companhia muito bonitinha e útil: uma “gotinha” de luz que a acompanha e ajuda em determinados momentos. Além disso, os personagens que Aurora encontra pelo caminho parecem ter saído de fábulas e histórias infantis. A aparência deles é sempre muito lúdica e artística, vale a pena apreciar!

child-of-light-2
child-of-light-4

03. Jogabilidade fácil e intuitiva
Coordenação motora, definitivamente, não é o meu forte! hahah Mas nesse jogo, consegui fazer tudo (praticamente) sozinha, ou seja, sem a ajuda do namorado nas partes mais difíceis. hahaha Os comandos para pular/voar ou os comandos nas batalhas são bem simplificados o que foi muito bom para a minha falta de coordenação. hahaha Em alguns momentos, surgem alguns puzzles para resolver, mas nada que você precise se descabelar para descobrir a resposta. Aliás, é importante citar que eu joguei a versão “casual” (que eu achei perfeito para o meu nível de “iniciante”), mas existe também a opção “expert”, caso você seja mais experiente no “universo gamer” talvez essa seja a melhor opção. :)

child-of-light-6

Não deixe de assistir o trailer acima. Se quiser ler resenhas mais completas sobre o jogo, recomendo as do Gamespot (em inglês), do Kotaku (em inglês) ou do Arkade (em português).

O jogo pode ser comprado na PSN Store pela bagatela de U$15!

Quem também já jogou Child of Light? Me conta ali nos comentários! :) Se você se encantou pelo jogo, não deixe de compartilhar o post ou clicar no ♥! Se tiver sugestões de jogos semelhantes, fique a vontade em me mostrar viu!

25 comentários

Let's talk!

  1. Que interessante
    Como voce estou bem desatualizada e achei esse jogo uma graça e ela já me conquistou *-*
    Dica incrível….

    1. esse jogo é incrível mesmo! vale muito a pena, se tiver a oportunidade de jogar, nem pense duas vezes! hahaha :)

  2. Na infância eu gostava muito da Lara Croft. Depois quase não procurei mais nada no mundo dos jogos. Mas esse, definitivamente, me encantou. Obrigada pelas dicas.

    1. Esse jogo é encantador mesmo, vale muito a pena! <3
      Obrigada pelo comentário! Beijo!

  3. Yoko comentou:

    Eu amoooo demais!
    Vou até fazer post dele também hehehe (Eu jogo no PC).
    Além dos belíssimos gráficos eu amo a trilha sonora. Cada música linda que dá vontade de chorar. Melancolia fofa.
    Amo RPG e a jogabilidade deste é simples mesmo , muito bom. (Também detesto sofrer jogando !)
    Aparecendo outro assim jogo com certeza! :3

    1. a música é linda e passa exatamente essa sensação: melancolia fofa. uma tristeza bonitinha né?! hahahah
      eu que sou um zero à esquerda com jogos, achei ótimo ele ser mais simples. assim eu não precisava usar toda a minha concentração! ainda sobrava um pouquinho para eu poder ficar reparando mais nos detalhes do jogo. :)

  4. Nana comentou:

    Meu noivo também ama videogames e já tentou me ensinar, mas a situação foi hilária de tão atrapalhada que eu fico com os controles kkk
    Bj e fk c Deus.
    Nana

    1. eu também sou bem descoordenada (no início eu era péssima!! hahaha), mas tem que ter paciência… vai jogando um pouquinho aqui, um pouquinho lá…. quando você ver já estará bem mais adaptada! :)

  5. Legal, adorei a dica! Tem um outro jogo que também tem uma linda direção de arte, todo em preto e branco, porém com um clima mais melancólico. O nome é Limbo, super recomendo. Ele também é simples de jogar (resume-se em pular e resolver puzzles)

    1. eu joguei um pouquinho de Limbo, um tempo atrás. mas eu ficava tensa demaaaais com esse jogo! hahahah e levava cada susto quando aquelas armadilhas dentadas fechavam, meu deus!!
      mas também achei algumas semelhanças entre os dois jogos. Limbo é muito original mesmo! quem sabe, quando eu deixar de ser medrosa, eu volto a jogar! hahahhah

  6. Danielle comentou:

    Eu achei esse jogo lindo demais!!! Joguei o demo antes, pra confurmar se eu queria comprar…
    Mas fiquei um pouco decepcionada com o modo da batalha… achei chato!
    rsrs será que melhora com o tempo?

    1. Então, o modo da batalha segue o estilo RPG, então tem que gostar mesmo desse estilo. As batalhas não são assim tão dinâmicas, mas o legal é você poder pensar numa estratégia para derrotar os monstros, por exemplo, você tem que “descobrir” qual o ponto fraco do inimigo para utilizar o golpe certo e mais eficiente.

  7. Babee comentou:

    Comecei a jogar esse jogo faz umas semanas, até postei no instagram que me apaixonei pelos gráficos e pela temática, muito muito lindo <3 E eu nem gosto muito de RPG! hahah

    Citaram Limbo, que é ótimo também, eu fico feliz porque ,a real é que esse gênero de jogos (os indies) estão ganhando muito espaço no mercado e eu adoro porque são jogos que realmente tem uma essência, não foram feitos apenas pra lucrar :))

    1. Acho que eu vi!! Aliás, vi muitas meninas comentando sobre esse jogo, nos últimos tempos! :)
      Eu tive que aprender a gostar de RPG, pois é o estilo favorito do meu namorado. Já jogamos juntos Zelda (Skyward Sword), Dragon Quest, Ni No Kuni e o último que jogamos foi Pokémon Black/White (se você gosta do estilo acho que já jogou todos esses né?). Ou seja, sofri uma lavagem cerebral hauhauaha
      Limbo é lindo também, mas me deixa muito tensa! hahaha (ou eu que sou muito medrosa) Também gosto desses jogos alternativos, tem outro que já estou de olho… é o Journey, já jogou? É bom sair desse padrão comercial né? :)
      Beijo!

  8. Oie, Adrielly.
    Ain, esse jogo lembra infância! Os traços em desenho são muito lindos, me encantei! rs
    Beijos

    1. O jogo é lindo mesmo e merece ser apreciado! Se tiver oportunidade, vale muito a pena jogar! ;)
      Beijo!!

  9. gente mas que jogo lindo *-*
    E essa personagem de cabelo ruivo me conta <3 apenas amando o gráfico, e pelo visto eu irei amar. Já anotei o nome.
    Amo jogar, embora eu não possa me viciar muito porque né? Senão não vivo ç_ç

    1. O jogo não é muito longo viu, acho que foram umas 20/25 horas (acho pouco se comparado com jogos como Legend of Zelda que costumam levar umas 80 horas! hahah). Joguei num feriado e foi bem tranquilo! :)

  10. Já está na minha wishlist do Steam para a próxima sale! obrigada pela dica <3

  11. Apenas para registrar aqui que baixei o jogo e viciei! Para quem quer se aventurar pela primeira vez em um jogo de rpg, esse é uma ótima pedida. Para quem já joga rpg, compre/baixe e jogue também. É uma história delicinha, leve e é muito divertido.

    1. Ai que legal!! Que bom que gostou!! :DDD
      Realmente, é um jogo que vale tanto para o fãs de RPG, quanto para os novatos nesse estilo! <3
      Beijo!!

  12. Adri (já cheguei na intimidade, haha), não conhecia seu blog, vim por indicação do blog da Paula (Não Provoque) e ME APAIXONEI pelo design do seu blog <3333333
    E depois que eu vi essa postagem sobre Child of Light eu soube que aqui é o meu lugar!! haha

    Lindo lindo lindo, parabéns! Amei e voltarei mais vezes!

    1. Oi Nicolle! hahahah Pode chamar me de Adri, sim! :) Fico muito feliz que tenha gostado daqui! Esse tipo de feedback é uma motivação e tanto para eu continuar me empenhando com o Pequenina Vanilla!
      Venha mais vezes, irei adorar!! Beijo!!

  13. Não conhecia o jogo, mas enquanto lia sua resenha, me lembrei muito de Journey. Outro game que parece uma obra de arte! Procure, você vai gostar! É bem simples, lindo, delicado. <3

    Beijos.

    1. Já tinha ouvido falar de Journey e está na minha lista!! Pretendo jogá-lo em breve (joguei apenas a demo, um bom tempo atrás, e já tinha achado lindo)! :)