Categorias: Li, assisti & joguei

Caminhos e Ingá: mais nostalgia com uma Turma da Mônica reinventada

Eu sou, simplesmente, apaixonada por essa coleção da Graphic MSP. No início do ano, fiz um post apresentando os 3 primeiros livros da coleção, que são incríveis: Magnetar (Astronauta), Laços (Turma da Mônica) e Pavor Espaciar (Chico Bento), caso você ainda não conheça, recomendo muito que vá lá conferir!

Nunca fui muito de colecionar coisas, mas essa série de livros despertou em mim uma vontadezinha doida de ter todos, bem lindos, aqui na minha estante. Como eu já havia comentado lá no outro post, o que mais me atrai nessa coleção é essa tal nostalgia da infância (quando a gente passava a tarde lendo os gibis da Turma da Mônica, depois daquele ritual de ir com a mãe lá na banquinha de jornal, nos domingos de manhã) misturada com algo “novo”, uma releitura, uma reestruturação que atende à um público que “cresceu” e que exige maior refinamento estético.

Em setembro, aconteceu aqui em Curitiba a 3ª edição da Gibicon (um evento que prestigia e incentiva a produção de HQs), e lá, acabei comprando os dois últimos (pelo menos até agora) livros da série: Caminhos (Bidu) e Ingá (Piteco). Vem cá ver que lindezas:

graphic-msp-caminhos-bidu-inga-piteco-1

Caminhos conta a trajetória que levou o Franjinha e o Bidu a se encontrarem e, consequentemente, se tornarem grandes amigos. A história e as ilustrações lindíssimas são de Eduardo Damasceno e Luis Felipe Garrocho. O livro mostra os encontros e desencontros dos dois personagens, além de acompanharmos toda a dificuldade que o Bidu passou nas ruas, enfrentando a fome, a solidão e a falta de proteção. No meio da aventura, nos deparamos com outros personagens que eu nem me lembrava mais, como o Bugu, o Rúfius e o Duque. Aliás, só eu achei que o Duque tá a cara do Paçoca? (veja na segunda imagem aqui embaixo) hahah

graphic-msp-caminhos-bidu-2
graphic-msp-caminhos-bidu-7
graphic-msp-caminhos-bidu-6

O livro é repleto de sacadas interessantes que me deixaram encantada com tanta criatividade e sutilezas, por exemplo: todos os animais da história não “falam” através da linguagem humana e para contornar isso, os autores usaram o artifício de “criar” uma linguagem própria para eles. Essa “linguagem” utiliza apenas ilustrações (dentro dos balões de fala) que expressam as ideias dos personagens e você consegue entender tudinho. Outra coisa incrivelmente linda é a parte onde a história se passa na chuva. Nessa parte, as ilustrações perdem as cores (que ficam mais “lavadas”), os cenários perdem a nitidez e detalhes e você consegue sentir perfeitamente aquela sensação de desconforto da chuva/molhado.

Fora isso, o estilo da ilustração, no geral, me agrada bastante. No quesito “fofura”, esse livro está ali, tête-a-tête, com Laços (que, pra mim, é o livro mais lindo da série). O livro todo é uma mistura de delicadeza e inocência, ao mesmo tempo que trata assuntos “profundos” como abandono e adoção de animais, parceria e amizade, solidão e aconchego.

graphic-msp-caminhos-bidu-3
graphic-msp-caminhos-bidu-4
graphic-msp-caminhos-bidu-5

Já, em Ingá, a proposta é completamente diferente. O estilo das ilustrações e a história (criadas pelo ilustrador Shiko) são bem mais masculinas e agressivas, mas nem por isso deixa de ter sua beleza. À princípio, fiquei em dúvida se eu falava ou não sobre esse livro aqui no blog, porque sei que o público talvez não se interesse. Mas daí eu pensei que, se eu mesma me interessei por esse livro, porque não compartilhar né? Sempre tem alguém que pode se interessar ou alguém que não é exatamente o público (assim como eu) e que acaba se interessando depois de ver aqui. :)

graphic-msp-inga-piteco-2
graphic-msp-inga-piteco-3
graphic-msp-inga-piteco-4

Nesse livro, temos a história do Piteco e da Thuga, com uma boa dose de arqueologia, Nordeste e seres do folclore brasileiro. A história inicia com a seca do rio que obriga a tribo do Piteco a migrar para outra região. Nesse meio tempo, a Thuga é sequestrada pelos homens-tigre, dando início à uma aventura protagonizada pelo Piteco, cheia de mistérios, misticismos e fantasia. Um dos destaques desse livro fica para a criação visual de seres como Curupira e Boitatá, que ganharam outros nomes e se tornaram uma versão bem diabólica e aterrorizante.

graphic-msp-inga-piteco-5

Assim como no Magnetar (Astronauta), a história é bem mais elaborada e complexa que nos outros volumes. E isso eu acho que é um ponto super positivo, porque apesar de Laços, Caminhos e Pavor Espaciar encantarem com a delicadeza, fofura e sutileza das ilustrações, suas histórias são bem mais superficiais e infantilizadas. ;)

graphic-msp-colecao-completa

Eu recomendo todos os livros da série! Se você procura algo mais fofo, vá de Laços e Caminhos. Se você quer algo mais descontraído, vá de Pavor Espaciar. Agora, se você procura uma história mais elaborada, com enredo mais bem construído, vá de Magnetar e Ingá.

Ouvi falar que os próximos lançamentos (ainda sem data) serão do Louco, Turma da Mônica II, Astronauta II, Penadinho, Papa-capim e Turma da Mata. Já estou aqui reservando meu dinheirinho, especialmente para os 3 primeiros. :)

19 comentários

Let's talk!

  1. Nossa, eu nunca havia me interessado por esse “relançamento” dos quadrinhos da turma da Mônica, porque fiquei super broxada com aquela “turma da Mônica jovem”, na verdade nem sabia dessas outras HQs mais elaboradas! Achei super lindo o trabalho e estou mega desejando huhu ;-; #chora

    1. Vixe, eu também demorei para “engolir” essa Turma da Mônica Jovem! hahaha Agora, eu tolero, mas ainda não aceito muito não! hahah
      Essas HQs seguem uma linha diferenciada. Eles misturam os personagens e suas particularidades, num novo traço/ilustração. Acho muito legal ver como cada artista reformulou a aparência dos personagens, mantendo a essência, sabe? Vale a pena conferir! :)
      Beijo!!

  2. Mãndy comentou:

    Essa série é linda, já esbarrei nela pelas livrarias mas ainda não tenho nenhum, acho que vou colocar na minha wishlist de natal. Turma da Mônica é minha paixão da infância, ainda guardo minha coleção de gibis *–*

    1. Vale a pena, viu Mandy!!
      Especialmente, o livro Laços! É tão bonito e delicado que vale a pena ter em casa e ficar folheando sempre! hahaha

  3. mas que amor esses quadrinhos. amei amei.

    1. muito amor mesmo, Ba! e tem pra todos os gostos! hahah <3

  4. Quanto amor em um post só <3
    Eu já tinha ouvido falar de Laços, mas nunca li. Depois de ler seu post eu fiquei com uma SUPER vontade de comprar todos, haha
    As ilustrações são lindas demais!

    1. A coleção inteira é incrível, mas acredito que você vá amar Laços, Caminhos e Pavor Espaciar! Se puder, dê uma folheada neles, em alguma livraria, para você conferir de perto a fofura que são! :)

  5. Onde eu encontro?

    1. Você encontra em livrarias (Saraiva, Cultura, Fnac…)
      :)

  6. Nana comentou:

    Onde eu compro essas gracinhas? Sou super fã da Turma da Mônica desde que me entendo por gente e adorei a dica!
    Bj e fk c Deus.
    Nana

    1. Oi Nana, você encontra em grandes livrarias, como Saraiva, Cultura, Fnac, etc.
      :)

  7. Eu não conhecia esses não, nem sabia que tinha esse quadrinhos diferentes, só aquele da Turma da Mônica Jovem mesmo, que acabou com todos os nossos sonhos de infância HAHAHAHA! Te indiquei pra responder uma TAG e juro juradinho que vou responder aquela que você me convidou também! A indicação ta aqui ó http://simsemfrescura.blogspot.com.br/2014/11/tag-liebster-awards.html, beijão!

    1. Oi Paola! É verdade, a Turma da Mônica Jovem foi difícil de aceitar né? Fora que eles sempre vem com alguma “bomba”, do tipo: “Mônica está grávida do Cebolinha” hahahhaha Cadê inocência??
      Obrigada pela indicação na tag! :)
      Beijo!

  8. Ahhhh, que invejinha. Eu só tenho Laços (e morro de amor por essa HQ <33). Queria ter todas da coleção. Aliás, a parte mais legal deles pensarem em lançar as histórias nesse "formato" é que são feitas por artistas brasileiros! Daí eles trouxeram o estilo deles pra dentro de uma história batida e a reinventaram (ou melhor, tal qual Once Upon a Time, deram o por que de certas coisas serem do jeito que são). Esse do Bidú parece ser tão fofinho (e na mesma “linha” de Laços).

    1. Bidu segue o mesmo jeitinho fofo e delicado de Laços, com certeza você vai amar! :)
      Além de cada artista poder colocar seu “estilo” na história, essa iniciativa ainda valoriza e divulga o trabalho dos artistas brasileiros, o que é muito bacana!!

  9. Chell comentou:

    Eu tô comprando e colecionando tudo! Tenho os primeiros autografados ainda, consegui na Campus Party =D

    1. Ah que lindo!! Autografado fica ainda mais legal né! hahaha ♥
      Beijo, Chell!!