Categorias: Blogagem Coletiva Pessoalidades

Blogagem coletiva: Uma carta para meu eu de 10 anos atrás

Eu sei, gente, uma blogagem coletiva seguida da outra. Mas você não se importa né? :) Quando vi o primeiro tema do Rotaroots de março, a mão já coçou para escrever o post. A ideia original veio do Hypeness e, desde que vi a tag, já comecei a imaginar o que eu escreveria para mim mesma. Minha carta é curta e direta, tomando cuidado para não dar muitos spoilers sobre o futuro. É assim que imagino a carta que eu gostaria de ter recebido naquela época. :) Para entrar no clima, dê o play aqui embaixo:


Essa é a Adrielly com 16 anos
essa sou eu, com 16 anos :)

Querida Adrielly de 16 anos. Aqui é a Adrielly de 26.

Sim, isso mesmo! Parece loucura, mas senta aqui e leia com atenção. Meu objetivo não é te passar o roteiro dos próximos 10 anos e nem mudar consideravelmente quem você é (nós somos). O caminho foi árduo, mas amo a pessoa e a história que nos tornamos. Apenas seria interessante acertarmos alguns ponteiros, para o seu (nosso) bem! :)

Eu bem sei que a vida nunca foi muito fácil para nós. Aos 16 anos, essa responsabilidade, que nos foi precocemente incumbida, parece muito mais pesada do que realmente é. Mas veja bem, eu sei o quanto doeu e posso te afirmar que você vai sobreviver. E não apenas isso, quando você menos esperar, verá que toda essa experiência serviu para construir uma pessoa corajosa, bonita e determinada. Por isso, procure levar a vida com menos rigidez e muito mais tolerância. To-le-rân-cia, ok?

Aproveite a liberdade que você tem! Assim como poucas pessoas na sua idade possuem tanta responsabilidade, poucas possuem tanta liberdade. Faça mais coisas que tem vontade! Eu sei que você vai saber usá-la com sabedoria e bom senso, então vai lá! Curta por nós!

A ambição, se usada de forma inteligente e honesta, será o seu maior combustível. Jamais se permita ser uma pessoa acomodada, vá atrás de seus objetivos/projetos e se surpreenda com o quão longe você conseguirá chegar. Não tenha medo de mudar de ideia, mudar de objetivo. O importante é caminhar! :)

Cuidar da aparência e auto-estima é legal, mas não se preocupe taaaanto com a beleza. O reflexo no espelho vem, na verdade, de dentro da sua cabeça e não vai demorar muito tempo para você perceber isso. Você é bonita, sim! E vai se tornar cada vez mais bonita com o amadurecimento.

Muitas coisas que você imagina para o futuro tomarão caminhos completamente diferentes. Mas não se desespere, a vida se encarregará de te dar as coordenadas corretas. Basta saber captar os sinais e aproveitar as oportunidades que se abrirão para você! Acredite, a vida se mostrará muito generosa! Confie na sua intuição, jamais perca a esperança. Nós somos uma pessoa de sorte e a felicidade está logo ali!

Com carinho,
Adrielly, do futuro.

Esse tema veio lá do Rotaroots, se você quiser saber os próximos temas é só acompanhar o grupo no Facebook! :)

24 comentários

Let's talk!

  1. Acho que o mais legal dessas blogagens coletivas é descobrir um pouquinho do que não se mostra sobre cada um de nós :~) Senti vontade de saber mais sobre o que li nas entrelinhas! E se fosse depender do seu brinco da foto, nós seríamos amigas com 16 anos! hihihi! Beijocas!

    1. Oi Juliana! Exatamente, acho que as blogagens coletivas funcionam como “desculpa” para você expor um pouquinho seu lado pessoal, sem medo de ser feliz (apesar de que eu acho que sou bastante cautelosa com isso). Também acho legal ver a diversidade e criatividade, em como cada blog desenvolveu o post à sua maneira. :)
      Normalmente, as pessoas se espantam com a minha história (essa que ficou escondida nas entrelinhas), acho que é por eu ter cara de novinha e ser pequenininha. hahha Um dia, quem sabe, marcamos um chá e compartilhamos nossas histórias! :)
      E esse brinco, vou te contar heim! Usei ele até quase se desintegrar! hhahahah Amor eterno! <3

  2. ficou muito fofo esse texto!! 10 anos atrás se passou tanta coisa ne?
    estou pensando qual tema escolher *-*

    1. E bota coisa nisso! hahaha É só quando a gente olha pra trás que percebe quanta coisa mudou, quanta coisa aconteceu. Achei esse tema da blogagem muito terapêutico, hahaha
      Quero ver como ficará sua carta! :)

  3. AMO SEU BLOG há algum tempo, fiquei super feliz de te ver lá nos comentários do Hiper!! \o/
    Seu texto ficou lindo, super emotivo, é impressionante como a gente evolui em 10 anos e nem vê o tempo passar, nem percebe o quanto as coisas mudaram, né? Que seus próximos 10 também sejam incríveis! =D

    AHHH!! Fiz a sua receita de nega maluca ontm e não sobrou NADA!! Super fácil! HAUHAUAUHAHA… Pode mandar mais posts gastronomicos que a gente (eu!!) ama, viu???

    Um beijão, Adry!

    1. Oi Ericka! Que isso, eu que adorei conhecer seu blog e seu jeito divertido! <3
      hahahah Que legal você fez o bolo AND gostou!! Fica muito bom né! É tão fácil que às vezes eu me pergunto porque insisto em comprar aqueles bolos sem graças da padaria...
      Pode deixar que compartilho mais receitas, sim! É uma das minhas categorias favoritas aqui do blog!
      Beijos!!

  4. Ana comentou:

    Adri, a sua foi uma das poucas cartas que li na blogosfera que não veio acompanhada de spoilers sobre o futuro. A Adri de 16 anos tem sorte de receber conselhos lúcidos sobre a vida e que não a impedem de crescer com as próprias pernas.

    1. Pois é, mesmo a carta sendo de “mentirinha” não acho adequado ficar contando todas as coisas que irão acontecer. Além do mais, contar quais serão as decisões tomadas, limitaria demais a vida da “jovem adri”, qual a graça de você já saber tudo o que vai acontecer né? :)
      Beijos, Ana!! Apareça mais vezes por aqui, vou adorar!

  5. Acho que você iria amar receber sua carta! Embora ache difícil para uma menina de 16 anos não se preocupar tanto com a aparência hihi!

    No mais, a impressão que dá é que vc se orgulha bastante de quem foi há dez anos!

    Beijinhos e até

    1. Oi Helena! Temos que nos orgulhar né, independente dos erros e acertos, nós só somos o que somos em decorrência das escolhas daquele “eu” do passado. :)
      Obrigada pelo comentário e apareça mais vezes aqui!
      Beijos!!

  6. Muitas vezes a gente olha pra trás e pensa em como foi tola/boba/imatura e que hoje, DEPOIS que já quebramos a cara, faríamos tudo diferente. O segredo tá justamente aí, né? Em viver para aprender. Gostei muito do teu post! Um beijo, Raquel

    1. Oi Raquel! :) É exatamente isso, são nossos erros e acertos (nossas escolhas), no passado, que determinam quem somos hoje. Acho que não devemos “poupar” nossas versões do passado desses erros e contratempos. São essas eventualidades que nos ensinam como acertar mais no futuro. (hahah não sei se consegui ser muito clara)
      Beijos!!

  7. Loma comentou:

    Amei a sua carta e principalmente a parte do ” Não tenha medo de mudar de ideia, mudar de objetivo. O importante é caminhar! :)” – uma das maiores dificuldades que tive durante esses 10 anos que se passaram foi assumir fracassos e mudar o caminho. Depois, acabei descobrindo que a vida dá umas mudadas mesmo e você não pode ficar parado chorando, certo? Tenho a sensação de que a Adri de 16 era tão madura quanto a de 26. Adoraria ter te conhecido naquela época, mas tudo tem seu tempo certo! <3

    Esse Rotaroots tá cada vez mais maravilhoso HEHE <3

    1. Oi Lominha! O ideal é saber a hora certa de abandonar um sonho e partir para outro, sem medo de ser feliz e sem olhar pra trás. Mas na prática, é sempre complicado. hahaha
      Seria bom se realmente pudéssemos plantar as sementinhas das ideias que gostaríamos que florescessem no futuro, assim com uma simples carta. :)
      A Adri de 16 amadureceu na marra com os contratempos da vida, mas hoje me sinto privilegiada por ter sido colocada “em prova” tão cedo! Adoraria também ter te conhecido naquela época, talvez um blog teria servido de válvula de escape para uma fase tão “hard”! hehe
      Obrigada pela mensagem! Beijos!!

  8. “A ambição, se usada de forma inteligente e honesta, será o seu maior combustível” adorei

    1. <3

      Oi Camila! Deixei seu link salvo nos favoritos para ver com mais calma no final de semana. ;)
      Beijos!!

  9. Cih comentou:

    Ai! Identificação total!
    A gente bloga por nós mesmas! E cada vez menos me sinto uma pessoa estranha por isso.
    Os conselhos que li nas cartinhas, são parecidos… de pessoas boas! De coração!
    Kiss

    1. Oi Cih!! Obrigada pela mensagem! :)
      E acho que temos que “blogar por nós mesmas”, sim! Sem medo de ser feliz! Viva o Rotaroots! hahahha
      Beijos!!

  10. Linda a carta! Adorei! Essa ideia é muito boa, mas acho que eu não saberia nem por onde começar um texto desse tipo, falando para a Clarissa de 10 anos atrás… Tanta coisa já se passou nesses 10 anos, né? Muito louco isso! rs

    1. Obrigada, Clá!
      É sempre difícil escrever esse tipo de carta… foi difícil começar! Mas acho que o mais legal não é ficar contando tudo que vai acontecer (pois acho que perde a graça), mas sim “falar” coisas ou conselhos que há 10 anos você gostaria de ter ouvido. Mensagens que poderiam ter ajudado de alguma forma! :)
      Super terapêutico isso! hahaha
      Beijos!

  11. Mariana comentou:

    Muito bom! Às vezes, são nos dada tanta responsabilidade, que a gente se perde, sem ter certeza que vai dar pra continuar. O bom é que a vida mesmo se encarrega de colocar tudo no lugar, não é? Bjs

    1. Oi Mariana! É verdade, ainda bem que a vida se encarrega de acertar as coisas né! Só precisamos continuar “caminhando” e ter um pouquinho de paciência! :)
      Obrigada pelo comentário!
      Beijos!!

  12. Adrielly Marinho comentou:

    Oiii linda!!
    Encontrei teu blog por acaso à procura de uma receitinha e me deparo com essa carta incrível! Em alguns pontos, parece até que foi escrita pra mim haha (outra Adrielly de 16 anos :x)
    Amei seu espaço, beijos!

    1. Olha que coincidência! É difícil encontrar outras Adriellys (com a mesma grafia) hahah :)
      Obrigada pelo comentário! Espero ver você mais vezes por aqui!
      Beijo!!