Categorias: Pessoalidades

Tá sumida

Faz quase um mês que não apareço por aqui, não é mesmo? Aí, você me pergunta:
– O que você anda fazendo, menina?

Vou te contar tudinho, mas vamos por tópicos (porque eu amo tópicos):

Tópico 1: Na Terra do Mickey

Mês que vem irei viajar para a terra do Mickey e, eu simplesmente já montei o roteiro inteirinho de cada um dos 18 dias que estarei lá. Eu não sei quando essa obsessão em planejar cada detalhe da viagem começou em mim, só sei que não consigo ser de outra forma. Me falaram que planejar tantos detalhes assim acaba tirando a graça e surpresa de ver o lugar ao vivo, mas eu prefiro pensar que a viagem começa no planejamento e a cada pesquisa, a cada post que leio sobre determinado lugar, é como se eu já estivesse lá. E pra mim, isso é quase tão incrível quanto a viagem em si.

viagem via shutterstock
planejar é viajar | via shutterstock

Tópico 2: Obsessão, porque sim

Faz um tempão que eu comecei a pesquisar a possibilidade de renovar meu equipamento fotográfico e, com a viagem cada vez mais próxima, a possibilidade se tornou bem mais palpável. E aí, minha gente, a obsessão me pegou daquele jeito e ocupou boa parte das minhas noites. Essa coisa de ficar pesquisando qual equipamento tem o melhor custo-benefício, quais lentes comprar, me deixou com vontade de estudar (novamente) sobre a fotografia em si. Não sei se isso acontece com você também, mas quando resolvo me enveredar por algum assunto, eu vou longe. Eu realmente fico obcecada. Comigo não tem essa de estudar um pouquinho por dia, todos os dias. Comigo é mais ou menos assim: eu passo umas 2 semanas, freneticamente, lendo, pesquisando, absorvendo toda informação que eu consigo encontrar pela frente e depois, passo uns bons anos, sem estudar mais nada. No bom estilo, 8 ou 80. Eu sei que isso não é o ideal, mas a imersão é tanta que, normalmente. eu saio desse intensivão graduada em algum hobby novo, haha.

Tópico 3: You better work, b**ch

Se tem viagem, tem férias chegando. E se tem férias chegando, tem trabalho dobrado. Todo ano é assim, se você já está aqui há alguns anos já cansou de ver essa história. Acho que essa é uma das poucas desvantagens de trabalhar por conta própria. Não dá para simplesmente desligar o computador e ir curtir seu descanso. Você tem que se organizar (com bastante antecedência) para entregar todos os projetos antes das férias e, muitas vezes, isso acaba resultando em trabalho frenético por algumas semanas. Mas tudo bem né, a vantagem de eu poder escolher quando vou tirar as férias, sem um chefe me olhando como se eu estivesse cometendo um crime, já compensa todo o esforço.

trabalho via shutterstock
work work work | via shutterstock

Tópico 4: New achievement unlocked: gastrite

Porém, todo esse trabalho, cobranças, café, ácido acetilsalicílico, preocupações e insônias me presentearam com uma bela gastrite. Não foi nada assim muito grave, nada que um pantoprazol não resolva. Mas, a parte triste disso tudo é que precisei dar um tempo no café. E acho que, a essa altura do campeonato, você já percebeu o quanto eu amo café né? E já deve imaginar que eu estou em crise de abstinência (tipo viciado em clínica de reabilitação), e toda vez que passo em frente à uma cafeteria, cai uma lagriminha de auto-controle e outra de saudade.

Tópico 5: Ritual de beleza atualizado com sucesso

Já que eu tinha que marcar uma consulta com gastro, por que não aproveitar e marcar também a consulta com a dermatologista que eu estava adiando há séculos, não é mesmo? Agora, além de remédios pro estômago, também tenho todo um novo e complicado ritual de beleza para seguir (não estou acostumada com essas coisas, não!), sabonete facial 2 vezes ao dia, cremes que deixam a pele ardendo, shampoos especiais, protetor solar 3 vezes ao dia, até quando não tem sol, até quando não boto a cabeça pra fora de casa. Aliás, falando em protetor solar, que preços absurdos são esses, noventa golpitos num tubinho de 50g eu tô é morta.

meu sonho era que o Paçoca fosse quietinho assim haha via shutterstock
meu sonho era que o Paçoca fosse quietinho assim haha | via shutterstock

Tópico 6: Paçoca versus O Veterinário

Se não bastassem todas essas coisas que já listei, também inventei de levar o Paçoca no veterinário. Uma coisa muito simples de se fazer se ele não fosse um bicho transtornado com a vida. Levar o Paçocassauro no veterinário significou: 3 semanas de treinos intensos para dessensibilizar o cachorro no ambiente/mesa do veterinário, treinos diários para dessensibilizar o uso da focinheira, muitos pacotes de doguitos, 48 salsichas, 2 injeções no bumbum, porém zero traumas. We are the champions, my friends! – Aguarde o próximo capítulo: Paçoca versus A Máquina de Raio-X.

Tópico 7: A vingança do vizinho

E, pra fechar com grande estilo, meu vizinho resolveu se vingar de todas as (muitas) vezes que o Paçoca deu de latir nas manhãs de domingo. Não sei como ninguém veio bater aqui em casa para se queixar disso, mas caso acontecesse, minha resposta seria: veja bem, querido vizinho, é que o Paçoca estranha esse silêncio todo de manhã, fica preocupado e resolve perguntar se “está tudo bem?” para a vizinhança inteira. De qualquer forma, acho que agora estamos quites. Meu vizinho resolveu reformar o quintal e todo fucking dia, me acordam às 7h da manhã, em ponto, com a sinfonia orquestrada de furadeiras, marretas e pedreiros com suas playlists de clássicos da música brasileira.

Perguntou, eu respondi, ué! :D

Categorias: Cotidiano Pessoalidades

Cotidiano: agosto 2016

Pequenas doses do meu cotidiano, as 6 melhores fotos do mês, com o que teve de mais bonito, mais legal e mais amor. Faz o favorzinho de me adicionar lá no Instagram (@adriellysato) para acompanhar todas as fotos! :)

cotidiano-2016-agosto

um.
eu finjo que estou levando o Paçoca para passear e o Paçoca finge que está socializando com a galera da praça, mas a verdade é que vamos apenas para fotografar as flores.

dois.
você sabia que selfie passa a se chamar self-portrait quando você coloca uma máscara de coelho na cara? aham.

três.
você sabia que selfie é permitido quando você se sente mais iluminada que um sábado ensolarado? sim, sim! :)

quatro.
quando eu digo que só gosto de pêra do tipo williams, me chamam de fresca, mas cês já comeram pêra williams?

cinco.
às vezes, me esqueço das tatuagens que fiz no braço, e quando por ventura dá uma esquentadinha e meu braço pode ficar assim fresquinho, sempre levo um mini sustinho de amor. ai como eu amo esse pássaro.

seis.
toda semana é uma batalha para manter minhas plantinhas saudáveis, tem vezes que eu acho que estou dando água de menos, tem vezes que tenho certeza que estou dando água demais. pensei em levar meu vaso lá na floricultura para um atendimento de emergência, mas acontece que morro de vergonha de registrar minha total falta de habilidade com as folhinhas. o orgulho, sabe, sempre ele.

follow-me-instagram

Tem produtinhos que são tão maravilhosos que fui obrigada a falar sobre eles aqui:

produtos-rosto-0

Mask of Magnaminty – Lush

Vamos começar por ele. Quando entrei na loja da Lush, queria levar tudo pra casa, haha. Só não levei porque dinheiro ainda não dá em árvore e não tô podendo né, mores. Então tive que escolher as coisas a dedo, comprei só o que eu já tinha ouvido falar. E essa máscara com certeza está no topo dos produtos da marca mais comentados pela blogosfera brasileira.

Na verdade, eu nem tinha tantas expectativas sobre o produto, mas sempre quis usar máscara verde no rosto, uma coisa meio madame-não-tenho-problemas-na-vida, sabe? Aí, que comecei a usar e não-sei-como-sobrevivi-tanto-tempo-sem. O cheiro é bem forte e mentolado, suuuuper refrescante, no inverno precisei ser corajosa (sou dramática, tá) e acredito que no calorzão do verão seja a coisa mais deliciosa/fresquinha da vida. Enquanto espera a máscara agir e secar, você fica com uma aparência bem esquisitinha, já que é uma pasta verde, cheio de bolinhas que parecem mais tatuzinho de nariz. Eu uso 1 vez por semana, antes de tomar banho, porque acho mais prático retirar o produto com a água quentinha do chuveiro. Eu saio do banho quase uma nova pessoa, com o rosto mais lisinho, os poros mais contidos e, tenho a impressão, de que o tom da pele fica um tiquinho mais claro e uniforme. Pode comprar sem medo.

produtos-rosto-1

Água micelar – Bioderma

Pra mim, funcionou super bem como demaquilante. Quando vi a primeira vez, achei que fosse uma águinha besta fraquinha, que não ia resolver muita coisa. Comprei mais para usar como um tônico de limpeza do que para retirar a maquiagem em si.

Mas a danada consegue retirar tranquilamente meu delineador líquido (que depois que seca fica meio “plastificado” e dura que é uma beleza) e o rímel da Maybelline, sem fazer sujeira e esfarelar na cara inteira (mais importante, sem arrancar os poucos cílios que tenho). A única coisa que ele não retira direito é o lápis de olho da Tracta (o Carbon Black), na linha d’água, sabe-se lá o porquê. Mas eu tolero essa pequena falha, porque o restante da maquiagem sai de maneira suave e favorável, sem encher minha cara de óleo. Então está perdoado! Futuramente, pretendo testar o da L’Oréal para poder comparar a eficiência e também por questões de preço. Enquanto isso, sigo firme com a Bioderma, minha queridinha.

produtos-rosto-2
produtos-rosto-3

Hidratante facial Timewise – Mary Kay

Demorei pra encontrar um hidratante para o rosto tão perfeitinho quanto esse.

Pra começar, a textura é bem levinha, daquele tipo fácil de espalhar, que você passa e, no minuto seguinte, o rosto já está com o toque suave (nada grudento). Não tem cheiro nenhum, então não enjoa, não te deixa tonta. E o mais importante, você sente que hidratou alguma coisa ali, que fez diferença, que está funcionando. Sinto que minha pele fica mais uniforme, com os poros discretos e com um brilhinho de saúde. Uso todos os dias, à noite, depois do banho. No inverno, uso também antes de passar a maquiagem. :) Está mais do que recomendado!

Quais produtinhos para o rosto que você ama? Conhece outros produtos com propostas semelhantes aos indicados no post que você acha tão bom ou melhor? Conta pra mim aqui nos comentários! :)

Categorias: # Links de domingo Lovely Links

5 Links para ver nesse domingo #11

Nos domingos (alguns, mais precisamente!), eu compartilho 5 links bacanas que merecem ser espalhados por aí! Vem cá dar uma voltinha comigo nesta blogosfera maravilhosa! :)

foto
foto

Link 1.
Sobre cultivar o amor-próprio, igual uma plantinha :)

Link 2.
Não, você não precisa ser perfeito, ninguém é perfeito o tempo inteiro. Ufa!

Link 3.
A coisa mais incrível que ouvi, eu precisava ouvir isso:
“Toda vez que você me vê tendo sucesso numa área da minha vida, quer dizer que estou falhando em outras.”

Link 4.
Gosto muito quando as pessoas vêm turistar em Curitiba e tiram fotos maravilhosas de lugares que estão pertinho de mim.

Link 5.
Fotografias antigas com que contam história.

Categorias: Blogagem Coletiva

Eu nunca imaginei

Eu não escrevo à mão (com frequência) desde que saí do ensino médio, isso foi há mais de 10 anos, só pra você ter uma ideia. Até aquele calinho no dedo já está sumindo, coisa que eu nunca imaginei que um dia pudesse acontecer.

Nas poucas vezes que preciso escrever alguma coisa, sai uns garranchos que só eu entendo (ou nem eu entendo) e na maioria das vezes que escrevo com letra cursiva, eu sumo com uma perninha do “m”, ou o “b” vira quase um “l”, ou eu esqueço do “i” e já vou logo escrevendo o “e” no meu nome, no meu no-me. É como se meus pensamentos fossem mais rápidos que a agilidade da mão em escrever. Também percebo que a mão não tem a mesma desenvoltura e firmeza para segurar a caneta como nos tempos da escola, mal consigo fazer as curvas das letras, as perninhas e laçadas. Eu nunca imaginei que algum dia desaprenderia a escrever.

Segue abaixo um registro das minhas letrinhas, que exigiram uma alta dose de concentração para ficarem razoavelmente apresentáveis. Vai saber quando teremos esse privilégio novamente, né? Também é importante destacar o papel de carta da Hello Kitty, uma relíquia da minha infância, que fiz o favor de gastar uma das três últimas folhas que restaram no bloco.

meme-escrito

Cacá me indicou e eu indico a ba moretti, a e agora, isadora e a beyond cloud nine, mas quem quiser fazer, fique à vontade! ;)

01. Qual é o seu nome?
02. URL do seu blog
03. Escreva: ‘The quick brown fox jumps over the lazy dog’
04. Citação
05. Música favorita (no momento)
06. Cantor/Banda favorita (no momento)
07. Diga o que quiser
08. Indique 3 blogs